sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Bebê novinho não "é assim mesmo!"

Não me conformava com a rotina de sono de Antônia. Por mais que me dissessem que "bebê novinho é assim mesmo", aquela situação estava longe de ser normal.
Minha filha dormia uma média de duas horas e meia a três horas por dia. Em qual galáxia isso é normal? Porque eu teria que me curvar a essa situação e esperar a ação do tempo que "tudo resolve"? Eu gritei socorro! Estávamos no nosso limite! Antônia precisava dormir (necessidade fisiológica). Segundo Ricardo Westin, (in http://www.superinfancia.com.br/site/artigos/artigo.php?art_codigo=8) "um recém-nascido, que está com o sistema nervoso em amadurecimento, precisa dormir até 20 horas diárias." Minha pequena nunca dormiu isso. Nem passou perto!!! A mãe de Antônia precisava dormir, afinal de contas, eu cuido dela o dia todo sozinha, parecendo um zumbi dentro de casa, com olheiras poderosas, caindo pelos cantos, coluna arrebentada, sem perspectiva de quando tiraria uma pestana. O pai de Antônia passava a madrugada em claro, e levantava cedo pra viajar (dirigindo!!). Enfim, a família inteira estava sofrendo. E, lógico que o prejuízo maior era para o serzinho em formação.
Coloquei todos os verbos no pretérito, porque meu coração está inundado de esperanças.
Desde o 30º dia da vida de Antônia que sabemos que ela tem refluxo, e está sendo medicada desde então. Contudo, como já relatei, logo na primeira semana suspendi o Motilium (devido às reações). Também não estava satisfeita com o Label, então, aos poucos fui deixando de usá-lo. Além do mais, eu me sentia culpada em estar dando tanto remédio pra meu bebê.
Após 4 meses e 20 dias insone e alguns exames (tomografia, USG transfontanela), tivemos uma consulta com a neuropediatra (infra relatada), que não identificou anormalidade alguma em Antônia. Glória a Deus por isso! Falei do refluxo, contei a história e ela, imediatamente, ligou para uma colega Gastropediatra. A gastro disse que, pelo quadro, o problema do sono de Antônia era, de fato, o refluxo. Disse, ainda, que ela não prescreve o Motilium para bebês novinhos, por conta da alta incidência de reação adversa. Prescreveu, então, Losec Mups ( 1 vez ao dia, em jejeum), suprimindo o Label. Diante das palavras dela, percebi que seria insensato não administrar um remedinho para combater o refluxo. O problema do Losec é ser comprimido. Eu teria que dissolvê-lo em algum líquido. Falei, então, que iria fazer mais uma tentativa com o Label, agora de forma mais regular, antes de partir para o Losec, e a médica aprovou a ideia. Portanto, minha Antônia está fazendo uso do Label.
Pois bem, essa noite Antônia dormiu às 22:45h. Acordou às 3:00h. Mamou e dormiu de novo. Acordou às 6:30h. Mamou, brincou, chorou, mamou de novo e há mais de 1 hora está dormindo lindamente!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Viva!!!!!!!!
Viva!!!!!!!!
Viva!!!!!!!!

Isso é sinal de que ela está bem, sem dor!
Obrigada meu Deus!

3 Comentários

Diário da mãe e da filha disse...

Mônica, que fofo seu blog. Que linda sua história!
Gostei do nome da sua pequena

Que bom que a pequena está bem
Beijos

Monica Veridiane disse...

oi Lilia!
Muito obrigada! Também acho lindo esse nome! :D

Volte sempre.

bj.

Carol disse...

Passei pela mesma situação que você, mãe! Mas no meu caso, além do refluxo, tinha também a alergia à proteína do leite de vaca.. Ouvi durante 3 meses de médicos e "palpiteiros" que era cólica e "passa com 3 meses". Queria morrer com isso! Os dois diagnósticos fui eu que dei à pediatra da minha filha, pois passei dias e noites em claro pesquisando à fundo os sintomas que ela apresentava. Graças à Deus e à minha fé e insistência, hoje minha filha dormiu 12 horas à noite e sonecas de 1 a 2 horas durante o dia! Portanto: Mães, acreditem na sua intuição! Só nós passamos 24 horas com nossos pequenos.. Essa cultura de cólica que foi inserida na nossa sociedade é uma mitificação para aceitar e deixar nossos filhos sofrerem.. Portanto, vá atrás até o fim!

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Volte para ver a resposta, ok? Obrigada.