sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Bem - vindo 2013!





Foi nosso primeiro Reveillon com a baby nos braços. Ano passado ela estava aconchegadinha na barriguinha e a mamãe- grávida de três meses - foi dançar no clube com o papai.
Dessa vez, devido à inconstância do sono da pequena, resolvemos respeitar o horário que ela topasse dormir e, logicamente, a acompanharmos. E assim fizemos.
Às 23:30h a mocinha adormeceu e, então, corremos para o edredom.
Logo mais, ouvimos o foguetório, desejamos um 2013 abençoado um ao outro, rezamos para que o barulho não acordasse Antônia e voltamos a dormir. Dormimos até umas 2:30h, quando um lindo chorinho nos despertou pedindo comida e carinho.
No dia 1º, almoçamos na casa da vovó Tania, passamos a tarde na casa de uns amigos nossos conversando sobre (adivinhem!!) bebês, depois voltamos para a casa da vovozinha para comermos cachorro-quente com a família reunida. Nos confraternizamos, comemoramos o ano que se iniciava.
 
Interessante como a chegada de um novo ano, sempre nos deixa ansiosos, esperançosos, sonhadores, motivados, cheios de planos... Fico assim e percebo as pessoas tomadas por sentimentos semelhantes. Contudo, nunca entendi muito bem o porquê de uma simples mudança de ano despertar as melhores expectativas nas gentes.
Até que compreendi o óbvio após assistir a uma propaganda na tv. Uma dessas propagandas bonitas que os bancos costumam veicular. Nesse comercial, a importância do último segundo do ano é que nele ocorre a transição do passado para o presente. Eureka! É isso! O presente é muito aguardado, é uma surpresa que vem guardado numa caixinha na qual depositamos nossos desejos mais profundos.
 
2012 foi um ano-presente para mim. 2012 foi um ano ímpar em minha vida. Em 2010 me casei. Em 2011 me formei. Mas a emoção que 2012 me proporcionou foi incomparável, incrível, divina.
Conheci toda a extensão do amor. Descobri o que há de mais belo na existência de uma mulher: a oportunidade de ser mãe.
 
Descobri que "filhos? Melhor tê-los!"
 
Agora eu sei.
 
Feliz 2012.
Bem-vindo 2013!!! Que você venha no ritmo do amor, transbordando paz, saúde, prosperidade... que se realize tudo aquilo que desejamos a todos e, principalmente, aqueles desejos ocultados no coração de cada um.

 

2 Comentários

Paty disse...

Oi Monica, ai que delicia ser mãe né? Muda toda a nossa rotina, mas pra melhor por que nos sentimos tão felizes :D
Que 2013 seja muito mais especial pra vcs, muita saude e alegria.
Beijos!

Monica Veridiane disse...

Obrigada, Paty!
E, realmente, ser mãe é fascinante!

Um 2013 super doce pra vcs.

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante. Volte para ver a resposta, ok? Obrigada.